EnglishPortugueseSpanish
Belo Horizonte,MG (31) 3567-0229
FAÇA SUA DOAÇÃO

SOBRE O CÂNCER DE RIM

O Câncer de Rim apresenta vários tipos, mas, entre eles, o mais comum é o Carcinoma de Células Renais (CRR), que corresponde a 90% dos casos de Câncer de Rim já diagnosticados.

Embora ele se desenvolva como uma massa (tumor) única dentro rim, pode acontecer de 2 ou mais tumores desenvolverem em apenas um dos rins, ou nos dois simultaneamente.

O Carcinoma de Células Renais apresenta vários subtipos, e é de extrema importância conhecer qual é o de cada paciente para decidir qual é a melhor conduta terapêutica, ou determinar se o tumor está associado à uma síndrome genética hereditária.

Os subtipos do CRR são:

Carcinoma de células renais  claras: É o tipo mais comum, presente em cerca de 70% dos pacientes com carcinoma de células renais (CCR).

Carcinoma papilar de células renais: É o segundo subtipo mais comum, presente em cerca de 10% dos casos. Esses cânceres formam pequenas projeções similares às de um dedo, chamadas papilas. Alguns médicos chamam esse tipo de câncer de cromatóforo, porque suas células captam certos corantes cor de rosa.

Carcinoma cromófobo de células renais: Esse subtipo é responsável por cerca de 5% dos casos de CCR. As células desse tipo de câncer também são pálidas, claras, mas são muito maiores e com outras características que podem ser reconhecidas.

Além desses, existem casos raros de Carcinomas de Células Renais, são eles:

  • CCR do ducto coletor.
  • CCR cístico multilocular.
  • Carcinoma medular.
  • Carcinoma tubular mucinoso e de células fusiformes.
  • CCR associado ao neuroblastoma.

Em alguns casos, considerados raros, os CRR são denominados como não classificados, pois não se encaixam em nenhuma classificação, ou há mais de um tipo de célula presente.

Além dos Carcinomas de Células Renais e seus subtipos citados, existem outros tipos de Câncer de Rim:

  • Carcinoma de células transicionais: De cada 100 casos de câncer de rim, em torno de 50% são carcinomas de células de transição, também conhecidos como carcinomas uroteliais. Os carcinomas de células de transição se iniciam no revestimento da pelve renal. Esse revestimento é constituído por células de transição que se parecem com as células que revestem os ureteres e a bexiga. Os cânceres que se desenvolvem a partir destas células se parecem com outros carcinomas uroteliais, como o de bexiga. Como no câncer de bexiga, estes cânceres estão muitas vezes associados ao tabagismo e a exposição ocupacional a determinados produtos químicos cancerígenos. Os pacientes com carcinoma de células transicionais podem ter os mesmos sinais e sintomas dos pacientes com câncer de células renais, como sangue na urina e, às vezes, dor nas costas.
     
  • Tumor de Wilms: Os nefroblastomas, comumente chamados de tumores de Wilms, quase sempre ocorrem em crianças. Este tipo de câncer é muito raro em adultos.
     
  • Sarcoma renal: Os sarcomas renais são um tipo raro de câncer de rim, representam menos do que 1% de todos os casos de tumores renais, e se originam nos vasos sanguíneos ou no tecido conjuntivo renal.

Fonte: Oncoguia

NEWSLETTER

Fique por dentro das novidades da Aspec

Enviar mensagem
ASPEC
Olá,
Podemos ajudar?